Mudança para Espanha: guia completo para expatriados [2024]

A ideia de mudança para Espanha tem despertado seu interesse? Confira nosso guia completo para brasileiros que sonham em morar na Europa!

Last Updated on fevereiro 12, 2024 by Victor Queiroz

A vibrante mistura de cultura, história e estilo de vida da Espanha costuma deixar os brasileiros maravilhados. Não é a toa que cada vez mais pessoas estão decididas a fazer sua mudança para Espanha. Afinal, o fascínio de seu clima quente, paisagens diversas e modo de vida descontraído muitas vezes servem como ímãs irresistíveis.

Mudança para Espanha: guia completo para expatriados

No entanto, embarcar em uma mudança de vida tão significativa requer um planejamento cuidadoso, compreensão dos costumes locais e navegação em processos burocráticos. Este post se aprofunda nas considerações práticas e desafios logísticos que acompanham essa jornada transformadora.

Esteja você atraído por oportunidades de carreira, aspirações de aposentadoria ou simplesmente um desejo de aventura, a mudança para a Espanha acena com promessas e possibilidades. Junte-se a nós neste guia abrangente que busca responder todas as suas perguntas! Boa leitura!

Considerando morar na Espanha como expatriado

A mudança para a Espanha apresenta uma oportunidade tentadora dentro de um país conhecido por sua rica cultura, clima quente e belas paisagens.

Com aproximadamente 11,6% de sua população composta por estrangeiros, a Espanha oferece um ambiente acolhedor para aqueles que buscam novos começos. Mas o que faz dele um dos destinos mais procurados por brasileiros na Europa?

Porque a Espanha? Uma escolha popular para os brasileiros

A Espanha é uma escolha popular para os brasileiros por inúmeras razões. Primeiro, seu clima invejável, caracterizado por longas horas de sol e invernos amenos, é um grande atrativo.

Passemos ao rico património cultural da Espanha. Isso inclui sua culinária de renome mundial, festivais vibrantes e marcos históricos.

Das maravilhas arquitetônicas de cidades como Barcelona e Granada ao charme pitoresco das aldeias andaluzas, a Espanha possui uma tapeçaria diversificada de delícias culturais.

O custo de vida acessível, especialmente em comparação com outros países da Europa Ocidental, também colabora para que o país se torne um destino atraente para os expatriados. Especialmente se você está procurando esticar seu orçamento sem sacrificar sua qualidade de vida e bem-estar.

Por último, mas não menos importante, a atitude acolhedora do país em relação aos imigrantes, evidenciada por suas grandes e diversificadas comunidades de estrangeiros, facilita a integração e promove um sentimento de pertencimento para os recém-chegados.

Entendendo as opções de vistos para Espanha

Semelhante a outras nações, a Espanha oferece vários vistos para expatriados, dependendo de fatores como o motivo da visita ou a duração da estadia.

Os cidadãos da União Europeia (UE), do Espaço Econômico Europeu (EEE) e da Suíça têm o direito de viver e trabalhar no país sem necessidade de visto. Tenha em mente que eles podem precisar se registrar com as autoridades locais.

No entanto, expatriados de outras partes do mundo precisarão solicitar um visto. Existem duas grandes categorias de vistos para Espanha: vistos de curta duração e vistos de longa duração.

Os vistos de curta duração são adequados para visitas curtas. Como uma viagem de turismo, de negócios ou visitas familiares com duração de até 90 dias dentro de 180 dias. Lembre-se, cidadãos de certos países, como aqueles dentro da União Europeia ou Espaço Schengen, podem entrar na Espanha sem visto para estadias curtas. Quem planejam ficar por mais de 90 dias deve obter um visto para Espanha de longo prazo ou uma autorização de residência.

Outra opção viável é o Golden Visa. Este é um tipo especial de autorização de residência disponível para cidadãos que investem uma quantia significativa em imóveis espanhóis. O Golden Visa oferece direito de residência e um caminho potencial para a cidadania!

Visão geral dos tipos de visto para Espanha

Como mencionado, existem duas categorias principais de vistos para Espanha: vistos de curta e longa duração. Aqui está um detalhamento dos tipos de visto em cada categoria.

Tipos de visto de curta duração

  • Visto de Turista e Visitante
  • Visto de Negócios
  • Visto de Tratamento Médico
  • Visto de Dependente EEE/UE: Para dependentes (cônjuge ou filhos menores de 18 anos).
  • Visto para Autorização de Residência em Falta: Se os indivíduos perderem a sua Autorização de Residência Espanhola enquanto estiverem no estrangeiro, devem solicitar este visto para facilitar o seu regresso.
  • Visto de Estudo ou Treinamento: Para um programa de treinamento ou estudo com duração inferior a 3 meses.
  • Visto para Portadores de Passaporte Diplomático: Para diplomatas portadores de passaportes diplomáticos emitidos por seus países.

Vistos de longa duração

Dependendo do visto de longa duração específico que você obtém, você pode ser capaz de se envolver em atividades de emprego ou educacionais dentro da Espanha.

Os tipos populares de vistos de longa duração na Espanha são normalmente categorizados da seguinte forma:

  • Visto de residência não lucrativo: Aqueles com meios financeiros suficientes para sustentar a si mesmos e seus dependentes enquanto residem na Espanha podem solicitar este visto para fins de imigração. À chegada, pode ser obtida uma autorização de residência válida por dois anos.
  • Espanha Golden Visa: Através de um investimento em imóveis que atendam aos critérios especificados, os indivíduos podem obter residência na Espanha sob este programa.
  • Visto de Empreendedor: Os empresários que procuram investir em Espanha podem aproveitar esta opção de visto.
  • Visto de Estudante: Se você pretende se inscrever em um programa de estudo com duração de mais de três meses, você deve solicitar um Visto de Estudante na Espanha.
  • Visto de Trabalho: Indivíduos que preenchem as qualificações necessárias e desejam emprego no país devem solicitar este visto.
  • Visto de Família: Esta categoria permite que membros de famílias de cidadãos espanhóis ou residentes fora da UE se juntem a eles na Espanha para o reagrupamento familiar. Claro, você deve atender a certas qualificações e também apresentar os documentos necessários.

Opções de residência

Essencialmente, a residência na Espanha pode ser dividida em duas categorias principais, incluindo:

  • Residência temporária
  • Residência permanente

A opção de residência temporária destina-se a indivíduos que procuram uma estadia de curta duração nesse país. Também é acessível para candidatos que pretendem permanecer por muito tempo, mas ainda não cumpriram os requisitos necessários.

Normalmente, a autorização de residência é emitida por um período de um ano, com possibilidade de renovação após o ano inicial. As renovações podem ser solicitadas consecutivamente, sendo a autorização de residência temporária espanhola renovável por um período máximo de até cinco anos.

A residência permanente ou de longa duração espanhola contrasta com a residência temporária. Ao obter esse status, você está autorizado a residir na Espanha indefinidamente.

A elegibilidade para residência permanente surge após a residência contínua durante cinco anos, independentemente da categoria de visto ao abrigo da qual imigrou inicialmente para Espanha.

Uma autorização de residência permanente espanhola está aberta a todos os imigrantes, desde que cumpram as regras estipuladas. Independentemente do objetivo subjacente à sua estadia na Espanha, uma vez satisfeitas as condições de elegibilidade, pode ser apresentado um pedido de residência permanente.

Custo de vida: Orçamento para sua mudança

Lembra como mencionamos que o custo de vida é um dos aspectos mais favoráveis para os expatriados?

Preparado para se surpreender com o quão barato é viver na Espanha comparado com a maioria dos países da Europa.

Dê uma olhada em alguns desses valores:

DespesaCusto na Espanha
Uma única pessoa estima custos mensais€ 697
Apartamento (1 quarto) Fora do Centro€ 691
Uma família de quatro custos mensais estimados€ 2.460
Apartamento (3 quartos) Fora do Centro€ 1.062
As estimativas são do Numbeo (em fevereiro de 2024).

O custo de vida em Espanha é, em média, 24,8% mais baixo do que no Reino Unido. O aluguel é 30,7% menor do que no Reino Unido.

Grandes centros urbanos, como Madri ou Barcelona, experimentam despesas elevadas, em grande parte atribuíveis às taxas de aluguel.

No entanto, quando consideramos a acessibilidade de comer fora, despesas de supermercado, serviços públicos e outros gastos que contribuem para os orçamentos mensais, a Espanha permanece em geral bastante acessível.

Além disso, tenha em mente que o verdadeiro custo de vida também dependerá do seu estilo de vida como indivíduo. Embora a Espanha seja geralmente acessível, seu estilo de vida ainda pode ser caro se você optar por seguir o caminho extravagante.

Opções de alojamento para expatriados na Espanha

Alugar é a opção mais comum para quem está de mudança para Espanha, oferecendo flexibilidade e uma ampla gama de opções.

As propriedades para aluguel incluem apartamentos, condomínios, moradias geminadas e casas unifamiliares. Você pode encontrar opções mobiliadas ou não mobiliadas. Os contratos de aluguel normalmente variam de curto prazo (meses) a longo prazo (anos).

Outra alternativa possível é a compra de imóvel. Alguns expatriados optam por comprar propriedades na Espanha. Especialmente aqueles que planejam ficar um período maior ou procuram oportunidades de investimento.

Embora isso proporcione estabilidade e potencial de valorização, requer um compromisso financeiro significativo e familiaridade com as leis imobiliárias locais.

Se você precisa de assistência imobiliária na Espanha, entre em contato com a Viv Europe. Podemos te ajudar com o processo do início ao fim!

Opções de alojamento para expatriados na Espanha

Aluguel x Compra

Alugar ou comprar uma casa na Espanha envolve considerar vários fatores. Incluindo circunstâncias financeiras, preferências de estilo de vida e objetivos de longo prazo.

Para começar, o aluguel oferece flexibilidade, permitindo que você se mude facilmente sem o compromisso da casa própria. Essa opção normalmente requer custos iniciais mais baixos em comparação com a compra, pois você não é responsável por despesas como entrada, IPTU ou manutenção.

Veja o que custa alugar um apartamento em algumas das cidades populares da Espanha:

CidadeUm quarto fora do centro da cidadeTrês quartos fora do centro da cidade
Madrid€877€1.430
Barcelona€941€1.558
Valência€689€1.010
Málaga€756€1.225
Sevilha€568€770
As estimativas são do Numbeo (em fevereiro de 2024).

Comprar uma casa proporciona estabilidade e permanência, permitindo que você estabeleça raízes em uma comunidade e personalize sua moradia para atender às suas necessidades. Os imóveis na Espanha podem se valorizar ao longo do tempo, oferecendo retornos potenciais de investimento para os proprietários.

Comprar uma casa normalmente requer um investimento inicial significativo, incluindo pagamentos iniciais, custos de fechamento e outras taxas associadas. Segundo dados do Idealista, o custo de compra de um imóvel em Espanha é de 2.049€/m2.

Áreas populares entre os imigrantes

A Espanha oferece inúmeras áreas amigáveis para expatriados que atendem a diferentes estilos de vida, preferências e necessidades. Se você está considerando se mudar para a Espanha, aqui estão algumas das cidades mais populares!

  1. Madrid

A capital da Espanha possui um estilo de vida urbano dinâmico, museus de classe mundial e excelentes opções gastronômicas e de vida noturna. Os expatriados muitas vezes gravitam em torno de bairros como Salamanca, Chamberí e Chueca. Estes são conhecidos por sua localização central, amenidades de luxo e ambiente internacional.

  1. Barcelona

Conhecida por sua atmosfera cosmopolita, arquitetura deslumbrante e vibrante cena cultural, Barcelona atrai pessoas de todo o mundo. Os bairros de Eixample, Gràcia e El Born são particularmente populares entre os expatriados. Estes oferecem uma mistura de comodidades modernas, charme histórico e comunidades diversas.

  1. Valência

Localizado na costa do Mediterrâneo, Valência combina belas praias com uma rica história e custo de vida acessível. Bairros como El Carmen, Ruzafa e El Cabanyal são preferidos pelos expatriados por sua vibração boêmia, atrações culturais e proximidade com o centro da cidade.

  1. Málaga

Situado no coração da Costa del Sol, Málaga oferece um estilo de vida descontraído, clima ensolarado e paisagens costeiras deslumbrantes. Os estrangeiros geralmente escolhem bairros como Malagueta, Pedregalejo e El Palo por sua localização à beira-mar, ambiente descontraído e comunidade diversificada de expatriados.

  1. Sevilha

Com sua arquitetura histórica, bares e música flamenca tradicional, Sevilha incorpora a essência da cultura espanhola. Bairros como Santa Cruz, Triana e El Arenal são populares entre os visitantes por suas ruas pitorescas, marcos culturais e autêntico charme andaluz.

Qualidade de vida e o sistema de saúde na Espanha

A Espanha tem um sistema de saúde universal (o Sistema Nacional de Salud – SNS). Isso significa que os residentes, incluindo expatriados, têm acesso a serviços públicos de saúde, independentemente de sua nacionalidade.

No coração do sistema de saúde espanhol estão os centros de cuidados primários conhecidos como “Centros de Salud”. É aqui que os residentes podem acessar serviços médicos gerais, receber encaminhamentos especializados e acessar cuidados preventivos.

Se necessário, os pacientes podem ser encaminhados a especialistas ou hospitais para avaliação e tratamento adicionais. O atendimento especializado é tipicamente prestado em hospitais ou clínicas especializadas.

Os custos com os cuidados de saúde na Espanha é relativamente baixo em comparação com muitos outros países. O governo subsidia fortemente os serviços públicos de saúde, e os pacientes geralmente pagam apenas uma pequena taxa por consultas médicas e prescrições.

A saúde pública está disponível para todos os residentes. Mas você também pode optar por obter um seguro de saúde privado para complementar sua cobertura.

Aqui estão alguns dos melhores hospitais da Espanha:

  • Hospital Universitario La Paz (Público)
  • Hospital Clínic de Barcelona (Público)
  • Hospital General Universitario Gregorio Marañón (Público)
  • Hospital de Barcelona (Privado)
  • Clínica Universidad de Navarra (Privada)

Oportunidades de educação para famílias expatriadas

As famílias expatriadas que se mudam para a Espanha têm acesso a uma gama diversificada de oportunidades de educação para seus filhos. Elas atendem a várias preferências, necessidades e filosofias educacionais.

O sistema de ensino público da Espanha oferece educação pública gratuita a todos os residentes, incluindo crianças imigrantes. As escolas públicas seguem o currículo espanhol e oferecem educação em espanhol.

Embora frequentar escolas públicas possa ajudar as crianças expatriadas a se integrarem à sociedade espanhola e se tornarem fluentes no idioma, você deve considerar possíveis barreiras linguísticas e diferenças culturais.

Outra opção quando o assunto é educação é o ensino privado. As escolas particulares oferecem opções alternativas de educação. Icluindo escolas bilíngues e internacionais que oferecem educação em vários idiomas, como inglês, espanhol e outras línguas estrangeiras.

Essas escolas geralmente seguem currículos internacionais, como o International Baccalaureate (IB) ou os sistemas britânico ou americano, e podem atender especificamente a famílias expatriadas.

A última opção, que é a mais popular entre os expatriados, são as escolas internacionais. A Espanha é o lar de inúmeras escolas internacionais que atendem a famílias expatriadas de vários países.

Essas escolas oferecem educação em inglês ou outras línguas estrangeiras e fornecem um currículo alinhado com os padrões educacionais de seus respectivos países. As escolas internacionais geralmente oferecem um corpo discente e corpo docente culturalmente diversificado e uma perspectiva global sobre educação.

Integração Linguística e Cultural

A integração linguística e cultural são aspectos essenciais para os brasileiros que pensam em mudar-se para Espanha. Enquanto você planeja sua mudança para a Espanha, aqui estão algumas coisas a serem consideradas.

Em primeiro lugar, o espanhol é a língua oficial da Espanha. Embora muitos espanhóis falem inglês, especialmente em áreas urbanas e destinos turísticos, a fluência em espanhol pode melhorar muito a comunicação e a integração.

Portanto, os estrangeiros são incentivados a investir tempo e esforço no aprendizado do espanhol. Seja por meio de aulas de idiomas, programas de imersão ou oportunidades de intercâmbio.

Compreender e abraçar a cultura espanhola é a chave para uma mudança bem-sucedida para a Espanha. E também a integração nas comunidades locais. Você deve se familiarizar com os costumes, tradições e normas sociais. Incluindo saudações, horários de refeições e celebrações culturais.

O respeito aos costumes e sensibilidades culturais locais promove interações e relacionamentos positivos com a população local.

Muitas cidades na Espanha têm organizações de expatriados, clubes sociais e associações culturais. Esses lugares oferecem o caminho perfeito para se conectar com indivíduos que pensam da mesma forma, compartilhar experiências e participar de eventos e atividades culturais.

Integração Linguística e Cultural

Visão Geral do Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho na Espanha oferece diversas oportunidades para locais e expatriados. Embora isso possa variar de acordo com a região e a indústria. A economia da Espanha é diversificada, com indústrias chave, incluindo turismo, hospitalidade, manufatura, construção, tecnologia, finanças e energia renovável.

O turismo, em particular, contribui significativamente para a economia. Especialmente em regiões como a Catalunha, as Ilhas Baleares e as Ilhas Canárias.

A taxa de desemprego atual na Espanha é de 11,70%, este valor também fica abaixo da média de longo prazo de 16,48%. Embora esse número possa parecer alto, indivíduos qualificados ainda podem encontrar empregos nas principais indústrias mencionadas anteriormente. E o salário mínimo em 2024 está em 1.134 euros por mês.

Navegando em Autorizações de Trabalho e Regulamentos

Se o seu motivo para se mudar para a Espanha é para trabalhar, então esta seção é para você. Em primeiro lugar, os cidadãos não pertencentes à UE/EEE/Suíça devem obter uma autorização de trabalho válida para trabalhar legalmente em Espanha.

As autorizações de trabalho estão normalmente ligadas a uma oferta de emprego específica de um empregador espanhol. Elas são concedidas com base em fatores como a necessidade do empregador de conhecimentos especializados estrangeiros e a disponibilidade de candidatos locais qualificados.

A Espanha oferece vários tipos de autorizações de trabalho, incluindo:

  • Profissionais Altamente Qualificados (Blue Card). Para indivíduos com habilidades e qualificações especializadas.
  • Autorização de Trabalho Temporário. Para contratos de trabalho de curta duração.
  • Permissão de Trabalho Sazonal. Para empregos em indústrias sazonais, como turismo e agricultura.
  • Permissão de Trabalho Autônomo. Para indivíduos que estão iniciando seus próprios negócios ou freelancers.

O processo de solicitação de uma autorização de trabalho normalmente envolve o empregador iniciando o processo enviando uma oferta de emprego e documentação de apoio às autoridades.

Uma vez aprovado, agora você pode solicitar um visto de trabalho no consulado ou embaixada espanhola em seu país de origem. As autorizações de trabalho em Espanha são geralmente válidas por um período específico, após o qual podem ser renovadas ou prorrogadas se a relação de trabalho continuar.

Transporte: Como se locomover na Espanha

A Espanha possui uma extensa rede de transporte público, incluindo ônibus, trens, metrôs, bondes e balsas.

Grandes cidades como Madri, Barcelona e Valência têm sistemas de transporte público bem desenvolvidos, facilitando a navegação em áreas urbanas sem carro.

Para longas distâncias entre cidades, o país oferece trens de alta velocidade (AVE) e ônibus de longa distância (ALSA), com opções convenientes e eficientes para viagens interurbanas.

Os comboios AVE ligam as principais cidades como Madrid, Barcelona, Sevilha e Valência, oferecendo viagens rápidas e confortáveis.

Contudo, embora o transporte público seja generalizado, muitos expatriados optam por dirigir na Espanha, especialmente em áreas rurais ou locais com opções limitadas de transporte. Você deve estar ciente das leis de trânsito espanholas, sinais de trânsito e costumes de condução, incluindo rotatórias e estradas com pedágio.

Outra coisa que vale a pena mencionar é que o ciclismo está se tornando cada vez mais popular no país. Muitas cidades estão investindo em ciclovias e infraestrutura para acomodar os ciclistas. Você pode explorar áreas urbanas de bicicleta e desfrutar de rotas cênicas em áreas rurais e ao longo da costa.

Impostos para Expatriados

A tributação na Espanha pode apresentar uma complexidade significativa, e os indivíduos que negligenciam a declaração e o cumprimento precisos de suas obrigações fiscais podem enfrentar severas penalidades.

O ponto inicial a entender é que o ano fiscal espanhol vai de 1º de janeiro a 31 de dezembro anualmente. As pessoas singulares classificadas como residentes fiscais espanhóis devem apresentar uma declaração fiscal, conhecida como Modelo 100, entre 6 de abril e 30 de junho do ano subsequente.

Normalmente, você será considerado um residente fiscal na Espanha se qualquer uma das seguintes condições forem atendidas:

  • Você permaneceu na Espanha por mais de 183 dias durante um único ano civil, independentemente do registro formal.
  • Suas principais atividades de emprego são realizadas na Espanha, seja como autônomo ou por meio de emprego formal.
  • Os seus principais interesses, como o seu cônjuge ou filhos a cargo, residem em Espanha.

As taxas de imposto na Espanha variam consoante o tipo de rendimento e o estatuto de residência. Para os residentes fiscais, as alíquotas progressivas se aplicam à renda, com valores que variam de 19% a 45% para 2023. Os não residentes estão sujeitos a taxas de imposto fixas sobre certos tipos de rendimentos, tais como provenientes do trabalho ou de aluguéis.

O país tem tratados fiscais com vários países para evitar a dupla tributação sobre os rendimentos obtidos. Esses tratados podem prever isenções ou alíquotas reduzidas de impostos sobre certos tipos de renda, como dividendos, juros e ganhos de capital.

Entendemos que os impostos podem envolver muitos jargões jurídicos e financeiros com os quais nem todos estão familiarizados. Por essa razão, a Viv Europe fornece serviços de contabilidade abrangentes que o ajudarão a navegar pelo processo fiscal na Espanha.

A mudança para a Espanha é ideal para você? Avaliando sua decisão

Em última análise, a decisão de se mudar para a Espanha depende de suas preferências, objetivos e prioridades individuais. Tire um tempo para pesquisar e considerar cuidadosamente todos os aspectos de viver na Espanha antes de tomar uma decisão. Procure aconselhamento de expatriados e profissionais que oferecem serviços de imigração para Espanha.

Dito isso, vamos dar uma olhada nos prós e contras de escolher a mudança para Espanha. Isso deve ajudá-lo a tomar uma decisão informada.

Prós e Contras

Prós

  • Qualidade de Vida: A Espanha possui uma alta qualidade de vida com belas paisagens, rica cultura e um estilo de vida mediterrâneo descontraído.
  • Custo de vida: Embora o custo de vida varie de acordo com a região, a Espanha geralmente oferece um custo de vida relativamente acessível em comparação com outros países europeus. Especialmente para moradia, alimentação e transporte.
  • Equilíbrio entre vida pessoal e profissional: A Espanha valoriza o bem-estar dos seus moradores, com foco no lazer, na família e no convívio. Os expatriados podem desfrutar de um ritmo de vida mais relaxado e férias generosas.
  • Imersão cultural: Viver na Espanha permite que você mergulhe na língua e cultura espanholas. Incluindo culinária deliciosa, festivais animados e marcos históricos.

Contras

  • Barreira linguística: O espanhol é a língua oficial da Espanha, e os expatriados que não falam espanhol podem encontrar barreiras linguísticas na vida diária, incluindo comunicação, papelada e interações sociais.
  • Burocracia: Lidar com a burocracia espanhola pode ser demorado e frustrante para os expatriados. Particularmente ao navegar em processos de visto e residência, inscrição em saúde e outras tarefas administrativas.

A Espanha é um grande país, sem dúvida. No entanto, sua decisão de se mudar para esse destino deve ser pensada com cuidado. Embora se mover possa parecer tedioso e avassalador, também pode vir a ser uma de suas melhores decisões até agora.

Quer morar na Espanha?

Em conclusão, a escolha da mudança para Espanha é uma decisão significativa que requer uma consideração cuidadosa de vários fatores. Isso inclui preferências de estilo de vida, oportunidades de carreira e circunstâncias pessoais.

Embora a Espanha ofereça muitas vantagens, como alta qualidade de vida, cultura rica e saúde acessível, você pode encontrar desafios como barreiras linguísticas, incertezas econômicas e processos burocráticos.

Para aqueles que estão considerando uma mudança para a Espanha, buscar assistência de uma agência de imigração respeitável pode agilizar o processo e fornecer apoio e orientação valiosos. Os serviços de realocação da Viv Europe para a Espanha podem ajudá-lo a navegar em pedidos de visto, autorizações de residência e outros requisitos legais, garantindo uma experiência tranquila e bem-sucedida.

Portugal e Espanha são duas das nações mais populares para brasileiros na Europa e são semelhantes na maioria das vezes. Muitas pessoas estão se mudando para um desses países para desfrutar de um estilo de vida pacífico. Se quiser entrar em contato com outros expatriados que vivem em Portugal ou Espanha, não deixe de se juntar ao nosso Grupo do Facebook – Tudo Sobre Portugal Para Expatriados.

Contacte-nos

A Viv Europe pode ajudá-lo a pôr em prática os seus planos de mudança para Portugal. Nossa equipe de especialistas sabe o que é preciso para lidar com toda a papelada para tornar sua mudança o mais tranquila possível.

Leia mais
Viver em Valência: como é morar nesta cidade da Espanha?

Viver em Valência: como é morar nesta cidade da Espanha?

Descubra como é viver em Valência, na Espanha! Obtenha um detalhamento completo de tudo, desde o custo de vida até os cuidados de saúde.
Cidadania por Investimento em Portugal

Cidadania por Investimento em Portugal: Guia para 2024

Ansioso para explorar os caminhos que podem te tornar um cidadão europeu? Saiba mais sobre a cidadania por investimento em Portugal!
Viver em Barcelona: Tudo o que os expatriados precisam saber

Viver em Barcelona: Tudo o que os expatriados precisam saber

Descubra como é viver em Barcelona como um expatriado! Aprenda sobre a cultura, culinária e comunidade nesta movimentada cidade espanhola.
Comidas portuguesas famosas que você tem que experimentar

Comidas portuguesas famosas que você tem que experimentar

A culinária de Portugal encanta com todo seu sabor e frescor. Confira algumas das comidas portuguesas que você precisa experimentar.
Viver em Madrid: como é morar na cidade para um expatriado

Viver em Madrid: como é morar na capital espanhola

Pensando em morar em Madri? Conheça a capital da Espanha através dos olhos de um expatriado. Saiba tudo sobre estilo de vida e cultura da ...
Vivendo no Exterior: Uma Entrevista com Damon Johnson

Vivendo no Exterior: Uma Entrevista com Damon Johnson

Quer saber como é a vida de um expatriado vivendo no exterior? Confira esta entrevista com Damon Johnson – um imigrante em Portugal.
Melhores cidades para morar na Espanha para expatriados

Melhores cidades para morar na Espanha para expatriados

Descubra as melhores cidades para morar na Espanha! Da vibrante Barcelona à histórica Sevilha, encontre o lugar perfeito para seu estilo de vida.
Pesquisando sua mudança para o exterior? Comece Aqui!

Pesquisando sua mudança para o exterior? Comece Aqui!

Mudar de país pode ser um processo confuso. Confira este artigo para saber como começar a pesquisar sua mudança para o exterior!
As 15 cidades mais baratas para viver na Espanha em 2024

As 15 cidades mais baratas para viver na Espanha em 2024

Conheça as 15 cidades mais baratas para se viver na Espanha e comece a organizar o planejamento financeiro da sua mudança para a Europa!

Looking For exclusive Relocation Tips?

Sign up for our Newsletter to receive the latest updates, visa tips, and more!